Ácribós = Acuradamente

03/11/2018

Texto de Pe. Mauro Odorissio, CP

Antes de iniciar propriamente o texto do seu Evangelho, em linguagem acurada, elegante e demonstrando estar livre das fontes que usará no corpo do seu livro, Lucas escreve que investigou tudo “acuradamente”: “ácribós” em grego (Lc 1,14). A partir de Lc 1,5ss, o texto original cai de qualidade. É sinal que o Autor se adaptou, foi fiel às fontes que tinha em mãos.

Não pretendo abordar a árdua, mas interessante questão. Apenas adianto que, a partir da primeira semana de dezembro, iniciaremos o chamado Ano Litúrgico C, quando se usará preponderantemente, na liturgia, o texto do IIIº Evangelho. É importante, então, que dediquemos uns instantes de reflexão para que o texto sagrado seja melhor e mais aprofundadamente acolhido, de modo especial durante o ano litúrgico prestes a começar. Leia Mais

Ensina-nos… E assim teremos um coração sábio

26/05/2018

Texto de P. Mauro Odorissio, CP

Em si, o provérbio é um tratado que, em poucas palavras, condensa grande sabedoria. Assim alguém, dotado de argúcia, leu a natureza e a sintetizou na breve sentença: “natura non facit saltum” (a natureza não dá salto). Realmente, as leis que a regem são suaves, embora nem sempre facilmente entendidas. Foi o que senti, no início deste dia, ao recitar o Sl 90[89]. No versículo 12 está a súplica que encabeça este artigo. Pode parecer esdrúxulo, mas o mundo que de per si é harmonia (kosmos), como há milênios chamaram-no os pensadores gregos, precisa de pessoas que tenham corações sábios. Leia Mais

O Deus escondido

01/03/2018

Texto de P. Mauro Odorissio, CP

Dando continuidade ao que se considerou em “No início era a Palavra”, é de afirmarmos, de antemão que, em si, Deus é inacessível. Contudo, ele toma a iniciativa e vem aos humanos das mais variegadas maneiras. Por isso o Profeta nos diz que ele é o Deus escondido (Is 45,15), mas que se revela.

O versículo apresenta vários desafios, mas de maneira geral afirma que, da sua inacessibilidade, ele se achega salvificamente ao ser humano. Trata-se de Deus que se esconde e se revela ao mesmo tempo, como fazia pela coluna de nuvem que o ocultava e que, ao mesmo tempo, mostrava estar presente como guia (Ex 13,21-22). O ponto alto de Deus revelar-se e ao mesmo tempo ocultar-se, se deu em Cristo que assumiu corpo como os demais mortais escondendo sua origem divina. Leia Mais

No início era a Palavra

23/02/2018

Texto de P. Mauro Odorissio, CP

O objetivo de nossa consideração é refletir a Palavra de Deus, o grande dom celestial concedido à humanidade. Eu vibro ante o esforço do poeta ao compor o Sl 119 (118), exaltando a mensagem divina. Em esforço verdadeiramente hercúleo e desafiador de santo e de poeta, ele compõe a referida poesia com 22 estrofes (número das letras do alfabeto hebraico), cada uma delas composta com oito versos. Leia Mais

Quaresma à vista

07/02/2018

Texto de P. Mauro Odoríssio, CP

Entre os mais de cem artigos que publiquei por meio desta página paroquial, este é, no mínimo, o segundo que versa sobre a Quaresma. Esta deve ser tempo forte na vida espiritual da comunidade e de cada um. Isto não acontecendo, deixa-se de construir a tenda preconizada pelo Apóstolo (Mt 17,4). No caso, precisaríamos destruir o barraco circense de vida religiosa ilusória, enganadora. Leia Mais

São João Batista

01/07/2017

Texto de Pe. Mauro Odoríssio, CP

Sob a iluminação da festividade de hoje, Natividade de S. João Batista, teço as breves considerações que seguem. Sei que muitos comemorarão o Santo na celebração litúrgica, outros em festividades populares.  Reservo momentos para partilhar com os dedicados leitores os textos proporcionados pela liturgia.

Refletia com os irmãos, na Celebração Eucarística, que tudo e todos trazemos conotações “protológicas” e “escatológicas”, quero dizer, até mesmo as coisas que existem, antes de existirem, foram projetadas e no projeto, receberam determinada finalidade. Então, no presente, descobrimos um passado e um futuro significativos. A exequibilidade de tal projeto faz com que a coisa criada seja, ou não, boa. Leia Mais

Vida Eterna

16/06/2017

Texto de P. Mauro Odorissio, CP

Tudo aconteceu após almoço entre amigos, quando fiquei conhecendo algumas pessoas. O clima era descontraído e se passou a falar sobre a “Vida Eterna”. Alguém, então, como que para aquecer o debate ou para fazer “leve provocação”, afirmou: “eu não creio nisto, não”.

Meio incontidamente, e com o meu quase sempre incontrolável instinto polêmico, entre rindo e com um mínimo de veneno, rebati prontamente: “que bom! Assim o céu não ficará avacalhado e o inferno piorado!” Leia Mais

Alô, Elo!

13/05/2017

Texto de P. Mauro Odorissio, CP

Caro ELO!

Periodicamente é você quem bate às portas de nossos corações paroquianos da São Sebastião, com o seu “alô”. Saúda e como se sabe amado e aguardado, vai entrando neles, sem a menor cerimônia.  Afinal, você é verdadeiro ELO, anel de corrente que não escraviza, que não aprisiona, mas que vincula uns aos outros formando aquela união. E viver em comunhão num mundo bastante conturbado, não é nada fácil. Assim mesmo, faz tanto bem.  Leia Mais

Ser, para viver e agir

18/03/2017

Texto de P. Mauro Odoríssio, CP

As Leituras Litúrgicas do 1º Domingo  da Quaresma são vivíssimos apelos a uma vida nova, à conversão que não é mera passagem de uma “religião para outra”. Bem ao contrário, é solicitação  de crescimento  diuturno de estado de menor para maior perfeição.  E nem poderia ser diferente, uma vez que a finalidade última do cristão é “ser perfeito como o Pai Celeste o é” (Mt 5,48).

O grito suplicante lançado pelo Salmista  há milênios chegou vivíssimo aos corações dos que participaram da Eucaristia: “Purificai-me… lavai-me todo inteiro… apagai a minha culpa…. criai em mim um coração que seja puro” (Sl 51[50],3-4.12). Leia Mais

Muros separatórios

03/02/2017

Texto de P. Mauro Odoríssio, CP

Confesso: já é madrugada adentro, estou mais do que apurado, correndo contra o relógio, pois devo preparar apostilas para breve compromisso (retiro para teólogos). Assim mesmo, resolvi parar tudo para dar minha opinião. Queiram me tolerar, por favor, e se não for muito, peço que me leiam até o fim. Leia Mais

Voltar